As 7 melhores práticas de planejamento anual para o seu negócio!

Já não é mais um segredo que, para que uma empresa alcance os resultados esperados, é preciso que haja uma certa preparação. Sendo assim, sempre que o início de um novo ano está próximo, é essencial desenvolver um planejamento anual para definir quais serão os objetivos, as ações e as melhorias que devem ser implementadas durante os próximos doze meses.

Por meio dessa estratégia, é possível analisar como está a atuação da empresa, de modo a identificar possíveis gargalos para serem corrigidos ou encontrar os principais acertos que devem ser escalonados. Isso permite ao empreendedor desenvolver uma gestão focada em resultados.

Um bom planejamento anual permite ao gestor definir quais serão as atividades, assim como o orçamento disponível, que permitirão à empresa alcançar as metas estabelecidas. Afinal, quando não se usa essa ferramenta, são aumentadas as chances de que a companhia sofra prejuízos e, consequentemente, falência.

Leia este artigo e descubra quais são as melhores práticas que você deve adotar em seu negócio. Boa leitura!

melhores-praticas-de-planejamento-anual-para-o-seu-negocio

O que é e qual a importância do planejamento anual?

Basicamente, um planejamento anual se baseia em determinar quais serão as ações necessárias para que uma empresa possa crescer de maneira sustentável e saudável no próximo ano. Para isso, por meio de uma análise do desempenho atual da companhia, são definidos, de maneira realista, quais serão os objetivos a serem alcançados.

Dessa forma, o gestor terá as informações que o permitirá determinar quais são as ações necessárias, os investimentos a serem feitos e as inovações a serem implementadas para atingir essas metas. Outra vantagem dessa estratégia é a possibilidade de criar cenários futuros, de modo a antecipar situações negativas e estabelecer as medidas preventivas que permitirão minimizar possíveis danos.

Quais são as melhores práticas?

Em um primeiro momento, um pequeno empreendedor pode acreditar que a elaboração de um planejamento anual é algo complexo e que é necessária apenas para as grandes empresas. Contudo, apesar de essa tarefa ser trabalhosa, ela é recomendada para todos os negócios que desejam crescer.

Para isso, basta adotar as boas práticas que listaremos a seguir.

1. Faça um diagnóstico do estado atual da empresa

Antes de mais nada, para conseguir fazer um bom planejamento anual, o primeiro passo é descobrir quais são as condições atuais da empresa. Dessa forma, fica fácil estabelecer metas e definir as primeiras atividades que deverão ser realizadas.

Nessa fase, será preciso fazer um balanço da situação financeira, estabelecer o fluxo de caixa do ano anterior, determinar os custos de produção e as atuais despesas. Além disso, é necessário detalhar os projetos que ainda estão em andamento, além de avaliar o desempenho da equipe.

2. Defina metas

Para que um plano de ação possa ser efetivo, é preciso que o empreendedor defina quais os resultados que ele espera alcançar após a implementação desse planejamento. Para isso, é fundamental estabelecer metas e objetivos. Apesar de serem parecidos, há uma diferença conceitual entre esses termos.

Enquanto os objetivos são caracterizados pelo resultado final ao qual se deseja chegar, as metas podem ser consideradas como as etapas que devem ser conquistadas para alcançar esse propósito principal.

3. Estabeleça o orçamento

O próximo passo de um planejamento anual é estabelecer quais serão os custos necessários para manter a operação da empresa. Para isso, será preciso fazer um levantamento completo de todas as despesas, sejam elas fixas, sejam elas variáveis. Caso seja necessário fazer novos investimentos para alcançar os objetivos traçados, será preciso estabelecer o montante a ser aplicado.

Sendo assim, o ideal é desenvolver um cronograma com todas as ações que serão realizadas durante o ano. Isso permite identificar o quanto será gasto a cada mês, de modo a perceber como esses gastos impactarão o capital de giro e o fluxo de caixa da empresa.

4. Analise os fatores externos

Para que uma empresa consiga alcançar o resultado esperado, será preciso analisar as condições do mercado. Dessa forma, será necessário avaliar, com antecedência, a possibilidade do surgimento de crises financeiras, a promulgação de novas leis e as mudanças nos hábitos de consumo dos clientes.

Sendo assim, é preciso encontrar fontes que permitam obter essas informações. Para isso, é recomendado buscar pelas pesquisas elaboradas pelas associações de classe ou notícias da mídia especializada. Além disso, uma boa dica é ter um bom networking com outras empresas do mesmo mercado.

5. Projete diferentes cenários

Após levantar as informações sobre os diversos fatores externos que poderão influenciar o negócio, o gestor deve elaborar, em seu planejamento anual, alguns cenários, os quais devem ser otimistas e pessimistas. Assim, será possível estabelecer, com antecedência, possíveis ações que deverão ser realizadas em cada situação.

6. Elabore um plano de contingência

Dentre as várias variáveis que podem impactar as operações de uma empresa, sejam elas positivas, sejam elas negativas, todo gestor tem a certeza de que imprevistos sempre acontecerão. Por isso, será preciso estabelecer no planejamento um plano de contingência para minimizar o impacto de situações de emergência.

Para isso, o empreendedor deverá identificar quais são os principais riscos e ameaças que podem prejudicar o negócio, assim como qual será o possível prejuízo. Além de se preparar financeiramente, uma boa solução é a contratação de seguros.

7. Documente o planejamento anual

Para que todos os gestores e colaboradores possam compreender o que deverá ser feito para alcançar os objetivos estabelecidos, é preciso que o planejamento anual seja documentado em um arquivo digital ou impresso. Isso facilita o compartilhamento desse documento.

Para que o plano possa ser efetivo, é necessária a realização de um acompanhamento para determinar se as metas estabelecidas estão sendo atingidas. Além disso, caso seja preciso, o gestor poderá fazer ajustes para adequar o planejamento às condições observadas.

Como um bom planejamento impacta nos resultados dos negócios?

Como é possível perceber, o principal objetivo de um planejamento é estabelecer quais são as atividades que deverão ser realizadas para alcançar um determinado resultado. Além disso, um bom plano de ação prevê possíveis cenários que impactarão, positiva ou negativamente, o negócio.

Sendo assim, para que um negócio possa ser bem-sucedido, é fundamental que os seus responsáveis elaborem um planejamento anual. Assim, a empresa conseguirá ter uma previsão do quanto poderá faturar durante o ano, de modo a otimizar recursos e maximizar sua rentabilidade.

De qualquer forma, todo empreendedor deve estar ciente da importância dessa estratégia. Apesar de ser trabalhosa a sua elaboração, ela proporciona grandes vantagens, as quais justificam esse esforço.

Caso você tenha gostado deste artigo sobre as melhores práticas de planejamento anual, curta nossa página no Facebook. Assim, você receberá, em sua timeline, as últimas novidades de nosso blog. Até a próxima!