Como organizar informações de Franquias pesquisadas?

Colher informações, comparar cenários, buscar cases de sucesso. A fase de reunir informações das franquias é o pontapé inicial para quem quer investir nesse ramo. A imensa quantidade de dados, no entanto, deve ser muito bem organizada para que o empreendedor consiga decidir com clareza onde aplicar seu dinheiro.

informações das Franquias

Neste post, você vai aprender como organizar da melhor maneira o conjunto de materiais que embasará a sua escolha. Boa leitura!

Crie uma tabela

Antes de começar a pesquisa é necessário que você tenha pronto o layout para armazenar os dados que encontrará. Assim, a primeira etapa para organizar as informações das franquias é montar uma tabela. Essa ferramenta é indicada por permitir a visualização de diversos dados de forma simultânea, o que facilita a comparação ponto a ponto.

O programa mais indicado para montar a sua planilha é o Excel. O arquivo já abre dividido em células e você rapidamente pode preenchê-las com os campos escolhidos para a coleta de informações.

Contudo, não fique preso a isso. Se você não sabe mexer no Excel, pode utilizar a Tabela, do Word, ou, ainda, elaborar a planilha à mão. O importante é ter um local para juntar e comparar os números.

Estabeleça categorias

É interessante reunir os estabelecimentos conforme suas características em comum. Assim, divida a sua pesquisa por categorias de franquias. Monte uma tabela para cada segmento ou as deixe agrupadas por ramo de atividade em uma mesma tabela.

Coloque as franquias de venda de comida, de materiais de construção e de serviços, por exemplo, em blocos em que seja possível visualizar os concorrentes umas das outras. Isso facilitará muito na hora de optar por um setor e, dentro dele, escolher a franquia mais vantajosa para você.

Identifique as informações relevantes das franquias

Feita a tabela e separadas as categorias, chegou a hora de definir as informações relevantes que complementam a tabela e que serão a base para a posterior avaliação da viabilidade.

Por exemplo: o valor do investimento precisa constar na planilha, assim como o do capital de giro inicial para os primeiros meses de operação. Esses dados são determinantes para avaliar se você possui ou não condições de investir na marca.

Também devem ser comparadas informações de taxas de royalties, de publicidade e de serviços pagas à franquia. Você pode indicar também os serviços oferecidos pela marca, como a periodicidade de treinamentos e se há um consultor designado para acompanhamento do seu empreendimento.

Utilize um aplicativo para armazenar informações

Durante a fase de pesquisa, você vai se deparar com um conjunto enorme de informações: reportagens, gráficos, artigos e análises sobre as franquias em que está interessado em investir.

Será preciso reunir essas informações em um local para, quando for preciso, consultá-las rapidamente sem correr o risco de perder muito tempo procurando novamente ou, pior, de não encontrar mais as referências.

A solução para isso é utilizar um programa que possa reunir todas essas informações. Uma boa opção é o Evernote. Disponível para computadores e smartphones, essa ferramenta permite fazer anotações e salvar documentos e páginas da internet de modo muito prático.

O aplicativo também salva fatos. Assim, se você se deparar com alguma reportagem de revista, poderá fotografá-la e guardá-la no programa para consultar quando quiser. A pesquisa interna é excelente, o que torna a busca por dados muito rápida.

Preparado para começar? Lembre-se que é a partir da organização das informações das franquias que você terá condições de escolher aquela que melhor se enquadra no seu perfil. A etapa seguinte é dedicar muito tempo para pesquisar e tirar suas dúvidas sobre os diferentes formatos de negócio.

Gostou do conteúdo? Se você está se preparando para investir em um empreendimento, não deixe de conferir o post 5 dicas para escolher a franquia certa para você.