Conheça 5 erros para não cometer ao abrir uma franquia

Como evitar erros ao abrir uma franquia? Ao optar pelo franchising, o empreendedor aproveita o conhecimento da rede e a força da marca, adquiridos em anos de atuação da empresa no mercado. Contar apenas com isso, no entanto, não é suficiente para ter sucesso.

erros ao abrir uma franquia

O administrador deve estar atento às armadilhas bastante comuns que esse formato de negócio apresenta. Neste post, reunimos cinco alertas que você deve observar antes de investir em uma franquia. Confira!

1. Desconhecer o mercado e a franquia

Conhecer detalhadamente o mercado e as características da franquia em que deseja investir devem ser as preocupações iniciais de quem deseja abrir um negócio. Essas informações serão a chave para avaliar se existe demanda para o produto e, principalmente, se há identificação do empreendedor com aquilo que será comercializado.

Para isso, além de elaborar um plano de negócios, é recomendado que o investidor converse com outros franqueados. Esses empresários têm informações valiosas que devem ser utilizadas na hora de decidir se empreendimento vale a pena.

2. Acreditar que não existem riscos

Muitos empreendedores optam por abrir uma franquia por entender que os riscos são menores do que iniciar um negócio do zero. Essa consideração é totalmente verdadeira. O problema está quando “riscos menores” são compreendidos como “risco nenhum”.

Embora o suporte oferecido pela franqueadora seja muito importante para aumentar rapidamente o aprendizado do empresário sobre o negócio, a franquia está sujeita a ter problemas caso seja mal administrada ou esteja situada em um local ruim.

3. Estabelecer o ponto comercial em um local inadequado

A instalação do ponto comercial em um local inadequado reduz consideravelmente as chances de sucesso de uma franquia. Antes de estabelecer a parceria, avalie se a franqueadora tem bem definidos o perfil do público-alvo e o conceito do negócio. Esses quesitos contribuem para definir as características do bairro em que o empreendimento deve se localizar. Outros pontos a considerar:

  • embora os aluguéis sejam mais altos, shoppings são ótimas opções.
  • prefira vias de mão dupla e de grande circulação de pedestres para lojas de rua.
  • ter local para estacionar é uma vantagem.

4. Não ter capital de giro suficiente

O planejamento financeiro é uma das etapas mais importantes para a implementação de uma franquia. Nesse ponto, o maior erro dos empreendedores é desconsiderar o capital de giro para manter a operação funcionando, sobretudo nas fases iniciais.

O recomendado é possuir uma  reserva financeira suficiente para pagar três meses de salários e despesas operacionais. Evite ao máximo buscar essa quantia por meio de um empréstimo bancário, pois os juros são muito altos.

5. Imaginar que a franquia se administra sozinha

Colocar nas mãos de um gerente o dia a dia do negócio não é a opção mais adequada para quem deseja ter sucesso com uma franquia. O empreendedor deve estar à frente das operações e conhecer todas as dificuldades enfrentadas.

O gestor precisa estar disposto a assumir as responsabilidades que as características da franquia impõem. Assim, se a loja está localizada num shopping, por exemplo, estar presente nos finais de semana tende a ser decisivo para o bom funcionamento do estabelecimento.

Evitar esses cinco erros ao abrir uma franquia tornará o caminho rumo ao sucesso do empreendimento mais tranquilo. Conhecer o mercado, montar um plano financeiro que considere o capital de giro, escolher bem o ponto de venda e se envolver no dia a dia do negócio são pontos que separam o bom do mau gestor. Ao considerá-los, você terá muito mais confiança e saberá onde investir o seu dinheiro.

Gostou do conteúdo? Se você sonha em abrir um empreendimento, não deixe de ler o post Franquia ou Negócio Próprio: qual é a melhor opção para investir?