Entenda agora mesmo a importância do conselho de franqueados

Você sabe o que é um conselho de franqueados? Muitas empresas que adotam o sistema de franquias disponibilizam diversas formas de suporte para quem é franqueado. Uma delas é justamente oferecer ajuda por meio desse conselho.

A iniciativa apresenta diversos pontos positivos. Primeiramente, quem adere ao sistema tem acesso a diversas experiências que outros franqueados já vivenciaram. Inclusive há a oportunidade de analisar ações que deram resultado e outras, que não obtiveram o retorno adequado. Dessa maneira, um novo franqueado pode preparar o melhor o início de sua jornada.

A iniciativa também apresenta benefícios para a franquia. Isso porque há a garantia de que todos os padrões da marca serão mantidos, incluindo a personalidade, o atendimento e a qualidade dos produtos ou serviços.

Você quer saber mais sobre o assunto? Neste post, explicaremos o que é o conselho e abordaremos detalhadamente a importância dessa prática para a empresa e aos franqueados. Continue lendo!

entenda-a-importancia-do-conselho-de-franqueados

O que é o conselho de franqueados?

É um órgão oficial e de grande importância para as companhias. Por meio dele, a franqueadora pode se comunicar com os membros da franquia. O conselho costuma ser formado, geralmente, por representantes das regiões nas quais há unidades franqueadas da companhia.

O conselheiro de cada região é responsável por comunicar à franqueadora sobre as principais necessidades do local. Ele fica ciente dessas questões durante as reuniões realizadas periodicamente. Esses encontros são extremamente produtivos, pois permite que todos os membros dialoguem sobre suas necessidades e definam quais questões devem ser colocadas em discussão.

Qual é a importância desse conselho?

O conselho de franqueados permite trocar experiências com outras pessoas ligadas à marca. Ou seja, há a possibilidade de um ajudar o outro a promover o crescimento de cada unidade. Todos fazem parte da mesma equipe e trabalham de forma conjunta, visando a melhoria dos resultados do negócio.

A troca de experiências é extremamente importante também para compartilhar boas práticas, disseminando ações que já deram resultado, e para encontrar os erros estratégicos daquelas que não foram tão produtivas. Dessa forma, especialmente para os iniciantes, é possível evitar erros e retrabalho, promovendo o crescimento otimizado da empresa.

Outro ponto positivo é que ele oferece força para a gestão de crises. Diante de problemas que podem prejudicar a imagem da marca no mercado, os conselheiros podem se reunir e definir ações conjuntas para minimizar os danos.

Além disso, a iniciativa também traz vantagens à própria franquia. Isso porque, os padrões da marca são conservados. E mais: o sucesso dos franqueados traz bons resultados para a marca e fortalece sua presença no mercado, atraindo a atenção de novos investidores.

Quais assuntos são discutidos durante as reuniões?

Há uma gama ampla de assuntos que costumam ser discutidos pelo conselho. Entre eles estão:

  • o portfólio dos produtos da franquia;
  • o uso de recursos de marketing;
  • o pagamento de royalties pelos franqueados;
  • as oportunidades e ameaças externas;
  • as ações da concorrência;
  • os assuntos internos da franqueadora.

Boas franquias se utilizam desse recurso para integrar seus franqueados e favorecer o fortalecimento da marca e o crescimento das unidades — esse é o caso também da Casa do Construtor. Ela também conta com um conselho que possibilita a entrada de novos investidores. A ação ajuda a reduzir a insegurança inicial e favorece os bons resultados.

Viu como é importante contar com um conselho de franqueados? Para saber mais sobre o sistema de franquias, entenda tudo sobre o funcionamento delas na construção civil!