5 dicas para escolher a franquia certa para você

Franquia alimentícia, de moda, de educação… Há uma infinidade de tipos de franquias com retorno de investimento bastante interessante. Por conta disso, parece ficar mais difícil escolher a franquia ideal para cada investidor.

Mas existem alguns aspectos que podem deixar esse processo mais fácil. Por exemplo, considerar o seu perfil de franqueado, o orçamento disponível e a reputação da marca pode dar as indicações precisas para definir a melhor franquia.

Quer saber mais? Acompanhe este texto e conheça cinco dicas para saber qual franquia tem grandes possibilidades de dar certo com você. Confira!

1. Avalie o seu perfil de franqueado

A franquia é um tipo de investimento que traz um retorno financeiro considerável. Pensando nisso, muitos empreendedores acabam escolhendo aquelas que têm maior retorno financeiro, independentemente do ramo de atuação.

Isso pode trazer desmotivação e até dificuldades de gestão se o franqueado não tiver mínima afinidade com o negócio da franquia. Nesse sentido, escolha um tipo de franquia que o satisfaça e realize as suas vontades pessoais e profissionais.

2. Leve em conta o orçamento disponível

As franquias possuem diversos valores de investimento inicial, algumas até cobrando quantias bem camaradas. No entanto, esses custos devem estar de acordo com o seu orçamento disponível.

Isso acontece porque o valor divulgado pelas franquias geralmente contempla o suficiente para implantar o negócio. Além disso, é preciso ter uma reserva para se manter nos meses seguintes ou se o negócio não der certo.

Nesse sentido, tenha pelo menos três meses do valor do capital de giro reservado. Isso vai garantir que você faça um bom investimento e não passe aperto.

3. Considere a reputação da franquia

A franquia ideal é aquela que possui uma marca consolidada ou pelo menos bem aceita pelos consumidores. Afinal, você como franqueado deve dar continuidade ao modelo de negócios já preestabelecido e para isso deve contar com a boa reputação da franquia.

Sendo assim, busque saber sobre o que público-alvo pensa sobre a franquia e também faça a análise da saúde financeira da mesma. É importante investir em um negócio que tenha boas perspectivas de crescimento.

4. Busque um setor adequado

Há negócios que não conseguem se dar bem em uma cidade muito pequena ou com determinado consumidor. Isso deve ser levado em consideração!

Além disso, deve-se buscar um ponto comercial localizado em uma região onde haja fluxo do seu público de interesse. Não adianta ter uma franquia de grande porte com baixas visitas.

5. Leve em conta o suporte oferecido pelo franqueador

Um contrato de franquia pressupõe a transferência de know-how. Isso quer dizer que você receberá as instruções adequadas para dar continuidade ao modelo de negócios. Assim, é fundamental ter um bom suporte oferecido pelo franqueador.

Treinamento, modelo de gestão, padronização dos processos devem ser repassados pela franquia de modo que o franqueado não tenha dúvidas. Quando ambos estão sintonizados, o negócio tende a crescer.

Estas são algumas formas de escolher a franquia. Ficou interessado em abrir uma mas não sabe como arrumar dinheiro para o investimento inicial? Descubra agora mesmo como utilizar o FGTS para abrir uma franquia.