Retorno do investimento em franquia: conheça os diferentes aspectos

Você conhece as vantagens de investir em uma franquia? Entende a importância de analisar o retorno do investimento franquia antes de criar um negócio? Pensando nas inúmeras empresas que solucionaram essas dúvidas e obtiveram sucesso no mercado, criamos este artigo.

Dentro dos aspectos que determinam a ascensão de uma empresa, estão listadas, com destaque, a mensuração de riscos e a criação de um planejamento. Portanto, a decisão entre a formação de um negócio próprio ou o investimento em franquia deve ser a pauta inicial para que os investidores comecem a focar nos principais fatores que versam acerca de retorno de investimento. Continue a leitura se deseja saber mais sobre o retorno do investimento franquia!

Qual a importância de analisar o retorno de investimento em franquia antes de criar um negócio?

Existe uma máxima que afirma que investir em um negócio é apostar no retorno de longo prazo. Porém, não é sempre que ela se torna verdade absoluta, já que vários fatores intrínsecos e extrínsecos do mercado podem influenciar no retorno do investimento.

O mercado de franqueados vem se tornando mais forte a cada ano e dados já estabelecidos demonstram que a rentabilidade anual das franquias é maior que a dos negócios tradicionais. Isso ocorre porque ao investir em franquias de sucesso, o empreendedor tem a possibilidade de escolher uma área específica e investir uma quantidade de dinheiro que cabe em seu orçamento.

Diante disso, ao escolher uma franquia, o investidor precisa analisar a qualidade da rede e o seu desempenho no mercado. Apesar da importância desses tópicos, o sucesso da empresa não depende apenas da credibilidade da marca que o franqueador vai investir. Desse modo, o empreendedor deve estar ciente que a ascensão da empresa depende também da quantidade de trabalho e tempo gasto no negócio, e do planejamento feito pelo gestor.

Por fim, o investidor deve se ater aos fatores que influenciam o cálculo de retorno sobre o investimento. Entre eles, deve-se focar no capital de giro que vai manter a empresa funcionando, no ponto comercial, nos prazos das taxas que deverão ser pagas ao franqueador e no investimento inicial. Portanto, antes de investir, analise todos os fatores de risco e quanto você dispõe de capital. Vamos lá?

Como calcular o Retorno sobre o Investimento (ROI)?

Ao investir em uma franquia o investidor precisa arcar com alguns custos, por exemplo a aquisição de um imóvel para o seu ponto comercial. Por isso, é importante que todos esses gastos sejam analisados e calculados a fim de determinar o retorno que o investidor terá com esse empreendimento.

Esse cálculo, desse modo, demonstra para o empreendedor quando ele obterá o lucro suficiente para suprir o dinheiro investido inicialmente. Por exemplo, se foram investidos 200 mil em uma franquia que apresenta um lucro de 12 mil por mês, o tempo estimado é de 16 meses para o retorno do investimento.

Então, ao dividir o dinheiro investido pelo lucro mensal, o investidor estimará o tempo de trabalho necessário para conseguir lucro. Diante disso, existem quatro variáveis que devem ser consideradas ao abrir uma franquia: o capital de giro, a taxa da franquia, o ponto comercial e os royalties. Vamos conhecê-las!

Capital de giro

O capital de giro é o valor mínimo necessário para manter o funcionamento da empresa, ou seja, é o dinheiro que suprirá as necessidades do seu negócio em momentos de falta no caixa. Assim, ao se planejar a abertura de um negócio, é essencial que o gestor separe uma verba para o pagamento de fornecedores e de funcionários, visto que no início a taxa de vendas pode ser baixa.

Taxa de franquia

A taxa de franquia é o valor que deve ser investido na empresa matriz, concedendo ao investidor o direito de montar uma franquia utilizando a marca para a instalação. Esse valor é usado para suprir os gastos que a franquia teve no processo de seleção do candidato, na divulgação do para obter um novo franqueado e no treinamento da equipe que vai trabalhar no local.

Ponto comercial

A aquisição de um ponto comercial é de responsabilidade do franqueado, logo, esse aspecto deve ter um destaque no planejamento de gastos. O ponto deve permitir um fácil acesso aos pedestres e boa visibilidade para a marca — além disso, o mapeamento de concorrentes na região e da quantidade do fluxo de pessoas é importante. Por fim, deve-se considerar as vantagens de comprar o local ou apenas alugar, já que o custo-benefício deve ser a intenção principal de um empreendedor ao fechar um negócio.

Royalties

Os royalties representam uma taxa que o franqueado deve pagar por estar utilizando a marca. Por se tratar de um valor que deve ser pago periodicamente, o investidor precisa se organizar para conseguir quitá-lo. Além de custear os direitos sobre a marca, os royalties suprem as necessidades do franqueado após a inauguração, fornecendo, por exemplo, consultorias de campo.

Quais as vantagens em abrir uma franquia da Casa do Construtor?

É fato que o investimento em uma franquia é mais seguro, haja vista a credibilidade já estabelecida da marca, o apoio que a empresa matriz oferece aos seus franqueados e a segurança de trabalhar com um produto que já tem uma qualidade comprovada.

Levando em conta que a credibilidade da marca é essencial para o sucesso da franquia, destaca-se a Casa do Construtor, que é uma marca líder no mercado de aluguel de equipamentos para construção. O valor de faturamento é de 75 mil por mês, o que demonstra que a empresa já é consolidada no mercado.

Além de representar um negócio lucrativo, a Casa do Construtor oferece aos seus franqueados um sistema de gerenciamento de qualidade e qualificações dos funcionários com cursos de marketing, permitindo que a empresa franqueada prospere no ramo. Por fim, em relação ao retorno sobre o investimento, a Casa do Construtor traz uma taxa de sucesso ímpar, sendo o investimento compatível com o retorno, no qual pode chegar até 90 mil mensalmente.

Ademais, o tempo de retorno do investimento franquia, considerando o alto investimento em equipamentos, é de 24 a 36 meses, demonstrando a excelência da empresa no mercado de construção civil.

Se ainda ficou alguma dúvida sobre o assunto ou se você se interessou em abrir uma franquia na Casa do Construtor, entre em contato conosco!